"Eu preferiria não": galerias fechadas e um debate sobre o fazer artístico

André Vechi fecha as galerias do CMAHO em intervenção


Para que serve um espaço de arte? Quais as condições para se trabalhar com arte

hoje? Por que os artistas seguem anuindo aos modos de trabalho propostos por

instituições que acabam gerando uma série de despesas? Por que as instituições

seguem propondo editais que operar pra manutenção da precariedade das

condições de trabalho do artista? Como artista e instituição podem pensar juntos

outras possibilidades de trabalho que não sejam meramente onerosas?

São essas as inquietações que guiam as duas rodadas de conversa propostas por

André Vechi para ocupar o espaço do Centro Municipal de Artes Helio Oiticica nos

dias 04 e 25 de maio. Durante os encontros, convidados e público serão convocados não só para o debate-embate mas com os seus pares e demais agentes do circuito cultural, com finalidade de elaborar diretrizes que possam guiar posturar ou desdobrar novas posturas e conversas.

Entre os convidados, constam jovens artistas, representantes de algumas

instituições públicas, assim como de outras iniciativas que visam pensar outras

práticas artísticas, dentro e fora dos espaços tradicionais.

Encontros: 04/05 e 25/05, das 15h às 18h.

Sala:

Dia 04/05 – Mediação: André Vechi

Camilla Rocha Campos

Camilla Braga

Thelma Vilas Boas

Dia 25/05- Mediação: Natália Quinderé

Rafael Amorim

Analu Cunha

Alice Alfinito e Alexandre Silva

Não é necessária inscrição anterior

Local: Auditório

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica

Luis de Camões, 68 – Pç. Tiradentes – RJ

Cmaho.cultura@gmail.com / 21 2242-1012

www.cmaho.com / @cma.heliooiticica

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica

Rua Luis de Camões 68, Praça Tiradentes - Rio de Janeiro

Contato

  • Preto Ícone Facebook
  • Instagram ícone social